Close

27/07/2016

Links semanais #3

destaque-links-3

Peço desculpas pela interrupção, tive merecidas férias desde o nosso último post, porém não deixei de juntar diversas referências interessantes para os desenvolvedores front-end:

Front-End

  • Using the fieldset and legend elements: Mais um ótimo artigo da equipe responsável pelo site do governo britânico, descrevendo o motivo de utilizarmos as tags fieldset e legend em formulários, dando exemplos práticos de quando podemos e não devemos utiliza-las.
  • Page Speed will soon affect mobile ranking: Não é uma novidade, mas este artigo ressalta o anúncio feito pelo Google que em breve começará a levar em conta a velocidade de carregamento das páginas em dispositivos mobile para o ranqueamento dos resultados da busca. Nada mais justo, já que neste ambiente estamos muito mais propícios a conexões de internet limitadas, ainda mais levando em conta a precária estrutura de redes celulares no Brasil.
  • Enhancing Optimiscally: A metodologia do Progressive Enhancement é a base para o desenvolvimento dos projetos mais coerentes, algo que falamos há um bom tempo aqui no Front-End Development. Este artigo mostra como o pessoal do Filament Group tem feito para detectar usuários com navegadores mais “modestos” e uma melhor forma de otimizar a experiência para eles.
  • Thank you, jQuery: Breve post mostrando a importância, na prática, de interromper o uso do jQuery, apesar da sua importância para a Web.
  • Using the HTML lang attribute: Parece bobeira, mas muitos desenvolvedores ainda não identificam o idioma do seu site, prejudicando a acessibilidade e indexação correta pelos sistemas de busca.
  • choo: Framework para desenvolvimento de aplicações em front-end, com apenas 5kb. Inclui exemplo de aplicação com Firebase.
  • Dreamweaver is back for us, coders: Confesso que sempre tive um enorme preconceito com o Dreamweaver, mas conheço muitos desenvolvedores que utilizavam este aplicativo em seus tempos “áureos”. Agora o Dreamweaver está voltando mais adequado aos padrões atuais de desenvolvimento, em versão Open Beta, portanto todos podem testar caso estejam interessados. Dizem que está muito parecido com o Brackets (da própria Adobe), mas particularmente prefiro continuar com o Sublime Text 😉
  • Web Accessibility Lessons from Blind and Low Vision Users: Artigo que comenta conceitos antigos, porém deixados de lado por muitos desenvolvedores, além das formas como usuários com deficiência acessam a Web. Temos nosso próprio conteúdo a respeito, justificando a importância da separação do conteúdo, apresentação e comportamento das páginas.
  • AOS: CSS-Driven “On Scroll” Animation Library: Descritivo do uso e benefícios da biblioteca AOS para animações puras de CSS, baseadas na posição dos elementos na tela do usuário.
  • Apple Pay JS: Introdução a API para implementação do Apple Pay na Web, via JavaScript, para usuários utilizando Safari no iOS ou macOS (OS X).

Interface

  • Inline validation in forms – designing the experience: Abordagem dos diversos tipos de validação de formulário com exemplos utilizados em diversos sites conhecidos, comentando os benefícios de cada tipo de implementação.
  • Typograpgy Handbook: Excelente referência sobre a tipografia para Web com referências e melhores práticas de implementação, tanto em termos de design como desenvolvimento.
  • Craft for Sketch redesign adds JSON so designers feel more like developers: Esse plugin do InVision realmente aproxima ainda mais o trabalho de design de interface com desenvolvimento, possibilitando utilizar dados de sites em tempo real e aplica-los em seus layouts. Com certeza não é algo para todos, mas uma aplicação muito interessante que tem sua utilização prática.
  • Reimagining Google Fonts: Já havíamos postado a novidade do redesenho do Google Fonts, porém este artigo resume o processo que levou a esta nova interface, destacando ainda mais as fontes e facilitando o processo de escolha.
  • Traversing the UX Prototyping Landscape: Texto muito interessante comentando o estado atual para criações de interface para Web, mostrando as diversas formas e opções de ferramentas disponíveis para trabalho. Antes tínhamos a Adobe como praticamente única opção viável, monopolizando o mercado, agora realmente temos muitas opções para enriquecer nossos produtos.

Geral

  • Contextual Identities on the Web: Nova funcionalidade, ainda em testes, lançada na versão Nightly do Firefox. Com ela podemos atribuir perfis diferentes para cada aba no navegador, assim podemos abrir sites contextualizados de acordo com o perfil desejado, sem necessidade de fazer isso em navegadores distintos (algo que faço com certa frequência). Um exemplo seria a necessidade de acessar o e-mail do trabalho em casa, possibilitando deixar o Gmail aberto simultaneamente em dois logins sem precisar fechar a sessão anterior.